Colégio, eleições e vó.

Já faz um tempo que eu não dava as caras por aqui, não é? Mas a culpa não é minha. Absolutamente a culpa é toda do colégio, que além de sugar toda minha criatividade já escassa, vem se tornando uma zona (na verdade sempre foi), mas de uns tempos para cá anda pior. São avaliações parciais, que é a prova escrita e uma on-line, avaliações contínuas, que são comportamento em sala, trabalhos tarefas, mas os professores teimam em transformar em outra ou simulados com 30 quesitos o que é uma maravilha. Não.  Sem contar que tem as avaliações globais que é a prova tradicional com dez quesitos, elas são consideradas as principais no meu colégio. Estamos na época das provas globais, as últimas da unidade, depois é só os professores fecharem os boletins e ter o Platão pedagógico para a entrega. O que dependendo do aluno não é um dia muito legal, mas para mim tanto faz minhas notas são bonitas de se ver. (Só o orgulho da mamãe, haha)

Agora mudando de assunto…

Eu acho as eleições um ato de democracia sem tamanho, é nele que você junta todas as suas concepções para poder mudar o seu país, o seu estado, o lugar do seu convívio.  Você ainda tem tempo de repensar bem em quem vai votar para tomar uma decisão correta. É nessa eleição que será a minha primeira, irei votar em pessoas que acredito. Ou que espero que continuem projetos. O bom dessas eleições é que graças a elas não irei ter aulão no sábado, pois como meu colégio é zona eleitoral então pude dormir até mais tarde, mas não se esqueçam o importante é a eleição.

Nessa semana fez dois anos que minha avó faleceu, e veio uma lembrança de quando era pirralha na cabeça e eu vou compartilhar com vocês só pelo simples fato de humilhar a @aboutmymadness aqui. MUHAHAHA

Era uma vez… Não, não era uma vez. Era simplesmente a Cecília saindo correndo do banheiro enrolada numa toalha. Gritando desesperada com medo de uma barata (nessa época ela devia ter sete/oito anos) daí vem minha vó que era toda pequenininha com uma vassoura na mão atrás da barata enquanto minha irmã estava tendo uma crise de pânico com a barata, mas quem pensa que minha vó ligou, que nada. Ela foi correndo atrás da barata com sua companheira de guerra, A Vassoura. Quando minha vô encurralou a barata na sala começou o ataque na coitada da barata, e tome vassourada nela.

Eu acho que a história não tem tanta graça assim escrita, mas parecer tão real na minha mente… E toda vez que as imagens vêm na minha mente eu começo a rir sozinha, feito uma besta. Como eu sinto falta da minha vó com seus tiques.

AAAAH DANADA, como ela tanto falava,  AAAH DANADA SAUDADE.


Caso @carolina_wtf  não poste mais aqui supostamente foi assassinada por sua irmã.

Anúncios

0 Responses to “Colégio, eleições e vó.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




outubro 2010
S T Q Q S S D
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Visitas

  • 63,394 pessoas com calor

%d blogueiros gostam disto: